[ jp / vlm ] [ th / k ] [ p ] [ mod ] [ irc ]

/jp/ - Japão e Cultura Otaku

2d > 3d
E-mail
Assunto
Comentar
Arquivo
:
Inserir
Senha (Para excluir arquivos)

Verifique o catálogo antes de criar uma thread nova.

File: 1486828316183.jpg (109.35 KB, 960x691, The Legend of Zelda - Brea….jpg)

 No.10264[Ver todos]

Weaboo General Fio


Fio para comentarem sobre jogos japoneses em geral (e outros jogos, de forma casual).

10ª edição. O fio anterior entrou em bump limit >>6005.

Pica relatada: The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Wii U/Nintendo Switch).
324 mensagens e 244 respostas com imagem omitidas. Clique em responder para visualizar.

 No.15554

>>15553

Se for esperar o Extra/CCC para jogar ele, então nunca vai jogar. Fan translation foi dropada, recomeçou do zero e droparam de novo e nunca vai vir pro ocidente oficialmente.

 No.15555

File: 1509926100814.jpeg (118.49 KB, 750x1028, 2014-01-20-629520.jpeg)

Also, chequem.

Mashiro melhor garota.

 No.15556

File: 1509926810436-0.png (2.07 MB, 1920x1080, 511680_20171105151923_1.png)

File: 1509926810436-1.png (2.56 MB, 1920x1080, 511680_20171105170657_1.png)

Comecei a jogar com a Altera. Estou gostando dela mais do que esperava. A versão normal dela que aparece no terceiro arco é muito fofinha, é um 3DPDão e tanto.


>>15553
Um amigo meu comprou o jogo (estou jogando compartilhado da conta dele na Steam) e jogou sem ter jogado os dois Fate/Extra anteriores e gostou do jogo. Eu joguei o primeiro Fate/Extra no PSP, depois o Fate/Extra CCC joguei em japonês na época que eu não entendia nada, então só via por cima a história. Recomendo que dê uma lida sobre os acontecimentos do jogo anterior, então jogue o Extella sem problemas. A história do Extella se passa depois do jogo anterior mas é independente, não precisa saber dos acontecimentos anteriores. Não se assuste com o início da história cheia de termos estranhos e com a protagonista sem memória, tudo é explicado dentro do jogo (tem um menu com a enciclopédia interna do jogo com breves comentários sobre cada termo).

 No.15557

>>15516
>>15503
>>15545
>>15556
Tenho a versão Noble Phantasm para o PS4, terminei o arco da Nero, minha preferida, e não tive saco para continuar. Mesmo fã de Fate, esse universo Extra não me atrai e muito menos esse estilo de Musou, tudo é igual, repetido, não muda nada. Os Musou que a Koei faz são infinitamente superiores.

 No.15560

File: 1509937892738-0.jpg (154.07 KB, 1280x720, maxresdefault.jpg)

File: 1509937892738-1.jpg (292.49 KB, 1920x1080, sophie-neuenmuller-oka-cos….jpg)

File: 1509937892738-2.jpg (1.24 MB, 1920x1080, warrior-all-stars-10.jpg)

>>15557
O universo Extra é o meu favorito para os jogos porque ele realmente coloca o jogador como um mestre com seu servo. Só que a jogabilidade é totalmente diferente neste.

No início quando anunciaram este jogo pensei que não ia gostar muito, mas eu acabei gostando, é como os beat em' up antigos mas em 3D. A jogabilidade foca bastante na rapidez e estratégia de prioridades nos objetivos, achei bem interessante este sistema. Não sou um grande entendedor de musous, só joguei Sengoku Basara de PS3, algum Dynasty Warriors de PS2 e um de PS3 (bem pouco esses), e Megatagmension Blanc + Neptune vs Zombies. Destes todos achei o melhor o Fate/Extella. Pretendo futuramente pegar o Warriors All Stars porque Sophie, Purafuta, Arnice e Christophorus.

(Peguei as imagens aleatoriamente, agora fui ver que tem um tal de Lu Bu também neste jogo, é o herói de um dos Berserkers do Fate/Extra.)

 No.15562

>>15560
>um tal de Lu Bu
É só um dos personagens mais populares de Dynasty Warriors, anão e um dos mais divertidos de usar em Dynasty Warriors 8.

 No.15569

File: 1510110626780-0.jpg (65.53 KB, 600x337, Blue-Reflection-Developmen….jpg)

File: 1510110626780-1.jpg (58.69 KB, 600x337, Neptunia-Developments_11-0….jpg)

File: 1510110626780-2.jpg (129.34 KB, 630x390, Utawarerumono-Remake_Fami-….jpg)

É tanta notícia de jogos que nem sei por onde começar.

Remake do primeiro Utawarerumono:
https://gematsu.com/2017/11/utawarerumono-remake-announced-ps4-ps-vita

Fãs pediram e Gust ouviu, talvez sequência de Blue Reflection:
https://gematsu.com/2017/11/mel-kishida-working-continue-blue-reflection-series

Novo projeto de Neptunia, desta vez prometem algo inovador na série:
https://gematsu.com/2017/11/new-neptunia-project-original-title-different-taste-usual-compile-heart-production

 No.15595

Novo gameplay de field do Atelier Lidiane e Suêli. Aparentemente vai ser como Atelier Firis, com mapas enormes interligados (meu desu, como eu amei isso), sem mini-mapa (parece uma tendência dos jogos atuais, o que é muito bom). Não vi marcador de tempo, parece ser livre desde o início. Os cenários estão parecidos com o detalhamento de Atelier Firis, muito bons. Mas o melhor de tudo é como a Su-chan chuta tudo o que vê, hue. Melhor forma de coletar materiais.

 No.15612

Temos anões que compraram o Four Goddess Online? Vale a pena?

 No.15615

File: 1510498341728.png (2.01 MB, 1366x768, ded game for a ded console.png)

Eu sei que não deveria, mas acabei comprando um Switch.

Fora Splatoon e Zelda, o que me recomendariam?

 No.15616

>>15615
Mario Kart 8, Mario.
Pokémon e Phoenix Wright no ano que vem.

Also, vale a pena? Comprou por quanto?

 No.15620

File: 1510503185267.jpg (814.05 KB, 1280x1440, 1484982917577.jpg)

>>15616

300 dólares, um conhecido foi para os EUA e voltou essa semana.

No momento, só posso reclamar do alcance do controle. Nem chega a passar de 2 metros de distância, que os controles já perdem a sincronização. No modo portátil isso nunca acontece, mas no modo TV é bem normal um dos controles acabar desligando.
Also, a tela é enorme e pesa um pouco mais que o Vita, mas para quem é acostumado a jogar em portáteis isso não vai ser um problema. Recomendaria para qualquer um que prefere jogar em portáteis, caso contrário é melhor pegar o PS4.

 No.15623

>>15612
Também tenho interesse no relato. O jogo parece bem interessante, é o mundo de Neptunia versão MMORPG mas com uma jogabilidade muito mais livre e dinâmica, parecendo mais um MMORPG em tempo real mesmo. A jogabilidade me lembra um pouco de Shining Force EXA de PS2, algo como os jogos da série Tales of e Star Ocean, combates em tempo real com vários personagens contra vários inimigos, possibilitando combos. Fora de batalha os menus e mini-mapas seguem o modelo padrão da série.

Está na minha wishlist da Steam, mas só vou comprar provavelmente em alguma grande promoção de 2018 e para jogar talvez só em 2019. Já tenho jogos demais para 2018 que vou comprar agora no final do ano (Nier Automata, Tales of Berseria, Blue Reflection, Yoru no Nai Kuni 2, entre outros).

http://store.steampowered.com/app/632350/Cyberdimension_Neptunia_4_Goddesses_Online_CYBER_DIMENSION_NEPTUNEONLINE/

 No.15625

File: 1510513161474.jpg (47.89 KB, 640x696, bf4.jpg)

Comprei Bloodborne. Quero tanto jogar esse jogo que estou até paralisado.

Demon's Souls é o meu jogo favorito de todos os tempos. Lembro com muito carinho de quando o joguei, na época eu estava me sentindo muito triste e a temática e ambientação do jogo mexeram muito comigo. Eu nunca tive tanta imersão com um jogo como tive com Demon's Souls, pra mim foi uma experiência até meio onírica, não sei explicar, mas senti que tinham recriado o inferno no jogo em Tower of Latria, e lembro da sensação comfy de jogar Shrine Of Storms em um domingo a tarde, com o tempo nublado e a chuva respingando na janela.

A temática da tragédia da existência e da condição humana misturado com elementos lovecraftianos foi o que mais me cativou. Você realmente se sente em um limbo amaldiçoado, e conforme você mata demônios, mais e mais você se transforma em um. Além da sensação de "não importa quantas vezes eu morra, eu preciso colocar o Old One em repouso".

E uma interpretação que eu tenho, é que o King Allant talvez não fosse um vilão. Durante o jogo falam que ele despertou o Old One por causa da ganância por poder, mas nos diálogos finais fica claro que ele acreditava que Desu~~ criou o Old One, e o despertou para acabar com a tragédia da existência dos seres humanos. E se ao terem as almas consumidas pelo Old One, os seres humanos realmente fosse libertados e vivessem em um plano de felicidade absoluta? Talvez ele estivesse tentando salvar todo mundo.

Como Bloodborne é o primeiro jogo criativamente inédito do Miyazaki depois do Demon's Souls, estou muito curioso para jogá-lo.

>>15615
Parabéns pela aquisição! Quando lançar o Xenoblade Chronicles 2 eu vou começar a considerar de pegar um Switch. :3

 No.15628

>>15615
Tenho um switch também, anão. Acho que fora Zelda e Splatoon você pode pegar os Marios da vida, eu não sou fã de Mário então eu sou suspeito de falar algo.

Eu comprei Sonic Mania para o Switch, foi a melhor coisa que fiz.

 No.15632

>>15625
Eu já finalizei Bloodborne, anão, e achei excelente. Quando você terminar, poste aqui o que achou.

 No.15650

File: 1510779497477.jpg (98.05 KB, 1024x760, a_hunter_is_never_alone___….jpg)

>>15632
Eu comecei ontem e estou gostando muito. Reviveu vários sentimentos que eu senti jogando Demon's Souls.

No começo achei a atmosfera bem opressora, com os bichos gritando e pulando em você do nada na maior velocidade. Mas agora já acostumei.

Estou gostando muito da lore, da ambientação e do estilo artístico. Fiquei um bom tempo apreciando a beleza dos cenários, principalmente de Hunter's Dream e do céu alaranjado na ponte que enfrenta a Cleric Beast.

A única coisa que me deixou um pouco triste é que, por mais engraçado que pareça falar isso, sou bom demais pro jogo. Principalmente por eu já ter jogado o Demon's Souls, Dark Souls e Dark Souls II múltiplas vezes, já sei de todos os esquemas e memes de level design que a From Software costuma usar, então eu já estou acostumado a olhar nos cantos pra ver os inimigos querendo te emboscar, matar os inimigos stealth, reagir rápido contra surpresas e coisas do tipo.

Em alguns momentos eu desejei que pudesse apagar as memórias dos outros jogos momentaneamente pra ter uma experiência completamente inédita com Bloodborne.

Matei a Cleric Beast de primeira, já o Father Gascoigne deu mais trabalho. Achei legal a interação de usar a caixa de música que a menina te dá contra ele, recompensa os jogadores que costumam ler a descrição dos itens.

Mas estou gostando muito, é adrenalina o tempo todo, é incrível como o jogo se conecta fisicamente com a pessoa. Vou comentando conforme for progredindo no jogo.

 No.15651

>>15650
>>15632
Eu comprei faz quase um ano e ainda estou preso na cena inicial do jogo. O quão burro eu sou?

 No.15652

>>15650
>Fiquei um bom tempo apreciando a beleza dos cenários, principalmente de Hunter's Dream e do céu alaranjado na ponte que enfrenta a Cleric Beast.
Sim, é interessante notar que o jogo inteiro se passa em uma noite, e conforme você progredir é perceptível que o jogo fica mais escuro.

Tem alguns bosses bem difíceis no jogo. Acho que o nível de dificuldade dos bosses é maior que em DS III.

>>15651
A parte do cachorro? Nem precisa lutar com ele, a não ser que pelo desafio, pois nessa parte seu personagem ainda não possui nenhuma arma, o que torna a luta um pouco difícil pra quem nunca jogou. Você pode pegar a arma e voltar pra matar ele depois.

 No.15653

>>15650
Concordo que já conhecer Demon's Souls e Dark Souls ajuda bastante, mas o sistema de combate de Bloodborne é bem mais ofensivo. Quem jogava de escudo em Dark Souls, ou jogava na defensiva, apanhou bastante pra pegar as manhas de Bloodborne, ainda mais pelo fato do Father Gascoigne ser o segundo chefe do jogo. É um chefe que te obriga a aprender na marra o sistema de parry do jogo, e mesmo com a caixinha de música, a parte final da luta muda completamente a forma de aborda-lo.

Mas mesmo assim, só melhora. Mesmo que tenha muitos bosses fáceis, são lutas fenomenais. Um boss mais lindo do que o outro. Se eu já adorava o design dos bosses de Dark Souls, Bloodborne só me fez gostar mais ainda dos designs de Miyazaki.

E pelo amor dos Cosmos, pegue o DLC The Old Hunter. Se você já está adorando toda a adrenalina da campanha principal, irá adorar o DLC. É ação à todo momento.

Mas jogue no NG+, pois fica melhor ainda. Só o primeiro boss do DLC já é uma das melhores lutas de todos os jogos da franquia. Enquanto a última é a mais rage inducing de todas hue.

>>15651
Tu pode morrer pro lobisomem, fugir, ou mata-lo dando um backstab sim, com as próprias mãos. Se morrer, tu será levado ao Hunter's Dream, e de lá, na escadaria antes de entrar na casa, surgirão umas caveirinhas do chão, que te darão armas para você usar. Se caso matar o lobisomem ou fujir, um pouco depois você achará uma lanterna que te levará ao Hunter's Dream. Só seguir o mesmo processo de antes, e depois checar a primeira lápide nessa mesma escada, pra voltar pro local que você veio.

 No.15654

File: 1510791752078.jpg (119.66 KB, 1280x720, DOpQTX5U8AAqtIa.jpg)

>>15615
Excelente aquisição, anãozinho.

Como o primeiro ano do Switch está sendo uma maravilha, não se arrependa da compra. Ao contrário do fracasso fenomenal do Wii U, cujo qual até a própria Nintendo declarou à respeito, Switch está sendo bem aceito. Muitos o consideram como o verdadeiro sucessor do Game Boy, e o fato de ser um híbrido só faz com que o Switch agrade tanto os fãs de portáteis quanto quem quer jogar em casa, numa TV.

Já logo de cara te indico o seguinte site: https://savecoins.me.
Melhor lugar para comparar preços e acompanhar promoções.

E outra coisa que te indico à fazer, caso venha a comprar jogos digitais: Crie uma conta na África do Sul. Se você abrir o site do savecoins, perceberá que os preços africanos sempre são infinitamente menores do que os preços de outras regiões. Zelda BotW, por exemplo, custa R$192 na conta africana, enquanto custaria R$221 na conta americana.

Sobre jogos, não tem muito o que indicar no momento. Se não joga indies no PC, tem muita coisinha legal pra jogar, como Golf Story, Sonic Mania e Wonder Boy: The Dragon's Viadão, ou jogos como Azure Striker GUNVOLT: STRIKER PACK e Dragon Quest Builders.

Como ainda é o primeiro ano do Switch, muita coisa ainda está em desenvolvimento. É só questão de tempo até sair Xenoblade Chronicles 2, SMT V, o novo Metroid, Pokemão etc.

 No.15655

>>15654
Super Bomberman para Switch? Puta que pariu como amo bomberman.

 No.15708

File: 1511108969164-0.jpg (227.95 KB, 724x1166, azure-striker-gunvolt-stri….jpg)

File: 1511108969164-1.jpg (99.66 KB, 1280x720, download_20171119_135623.jpg)

File: 1511108969164-2.jpg (168.84 KB, 1280x720, download_20171119_135627.jpg)

Azure Striker Gunvolt STRIKER PACK - Switch
Última vez que tento postar.

Terminei os dois jogos numa tacada só e fiz o True Ending de ambos. Obviamente rushei pra fechar ambos porque eu fiquei realmente curioso pra saber o que iria acontecer em seguida. Algumas observações:

- ASG1
Bom level design. Tudo bem direto e reto, até demais. Senti falta de segredos escondidos nas fases, estilo MMX. Única coisa que tinha pra procurar eram as jóias, que serviam pra fazer o True Ending. Porém, como todo estágio era enorme, meio que relevo tal fato.

O sistema de pontuação é bem interessante, mas tive dois problemas até então:
- GV não é lá um personagem leve de controlar. Se você não criar acessórios pra adicionar pulo duplo ou dash aéreo, é bem complicado de manter uma quantia alta de Kudos, principalmente contra bosses;

- Era difícil de enxergar muita coisa, principalmente em bosses, quando se usava o Flashfield pra causar dano. Some o alto alcance do Flashfield, com os comandos confusos, pra ficar mais ainda de manter Kudos sem levar dano. Ainda bem que é possível remapear os comandos, mas ter que apertar o analógico direito do Switch, pra usar skills, foi meio complicado.

Achei interessante a existência de challenges. De certa forma adiciona um replay value legal, mas era bem inconveniente ter que terminar um estágio, para liberar seus challenges correspondentes, e ainda por cima ter que equipar o challenge para poder executa-lo.

Nada a comentar sobre a OST. Excluindo Anthem, e a musical que toca no boss final, todo o resto foi bem genérico.

Achei a história interessante, ainda mais da forma que começou. Tem bastante material fora do jogo que deixa a história bem fascinante. E o True Ending, para mim, foi inesperado. Tão inesperado que comecei ASG2 imediatamente.

- ASG2
Manteve praticamente tudo do primeiro jogo, com algumas modificações interessantes.

Acura (ou Copen, no ocidente) é jogável e tem sua própria campanha. Apesar de parecer um personagem completo de jogar, é superior ao GV em todos os campos. Dá pra terminar um estágio rapidamente, com alta quantia de Kudos, só linkando dashes sucessivos.

GV continua com a mesma jogabilidade do ASG1, porém, seu Flashfield ficou ainda mais roubado. Desde que você não marque um mob e descarregue energia, tudo passará por GV sem causar dano, desde que tenha gauge pra barrar o dano.

Level design ficou relativamente melhor. Gimmicks novos, que deram maior variedade aos estágios. Porém, apesar de estarem melhor trabalhados, continuam não tendo tantos segredos além de medalhões e itens especiais.

Sobre replay value, ASG2 tem bem mais replayability que seu antecessor. Challenges não precisam ser equipados agora, e já são liberados logo de cara. Score Attack e Speedrun adicionam replay através de estágios reestruturados, em dificuldade mais alta e sem equipamentos, com novos padrões de ataque para os bosses, e a oportunidade de enfrentar novamente os 7 bosses do ASG1.

E a história, apesar de ter continuado na mesma pegada do primeiro jogo, acabou ficando corrida na campanha do GV. No projeto piloto do ASG2, GV seria o vilão do jogo, e Acura seria o protagonista. Tanto é que a rota do Acura é bem mais trabalhada que a do GV, e tal fato só fez com que certo personagem da rota do GV fosse mal trabalhado, apesar de ter servido seu propósito original.

Mas ainda bem que mudaram de ideia. Acura, apesar de ter jogabilidade superior ao GV, é um merda como personagem. Até parece uma testemunha de Jeová, que fica de porta em porta passando a palavra de Jesus. Ódio desenfreado por Adepts, mas é um dos maiores hipócritas que já vi num jogo.

E é claro, o final secreto do jogo já deixa uma ponta solta para um terceiro jogo. Só espero que seja concebido, pois a Inti Creates está na merda por culpa do Inafune.

Enfim, recomendado para os fãs de MMX, e principalmente MMZ, por ter a mesma pegada.

 No.15710

File: 1511112850718-0.jpg (81.05 KB, 723x913, 5584ddbfb7b5541168a6884441….jpg)

File: 1511112850718-1.jpg (107.83 KB, 981x1132, 0d6f9eee53f06584adc230a58e….jpg)

File: 1511112850718-2.jpg (748.93 KB, 800x1067, af3eea7bf40b3ab88690a37307….jpg)

File: 1511112850718-3.jpg (126.37 KB, 850x850, sample_5c6827d80347b8e26de….jpg)

File: 1511112850718-4.jpg (133.4 KB, 909x632, bd85391c345d996e9a2989ee0c….jpg)

>>15708
Quando eu era mais novo adorava a série Rockman X, joguei todos de SNES e PSone. Depois com a falta de novos jogos no mesmo estilo fui perdendo o interesse. Quando vi este jogo não me chamou a atenção, mas quando eu vi a personagem da pica relatada meu hype foi para as alturas, daí vi o gameplay do jogo e vi que realmente era bom. Pretendo pegar a versão que tem na Steam na promoção de final de ano se tiver um preço acessível.

 No.15718

>touhou na steam
Caralho, que nojo. Eles conseguiram colocar as mãos em uma das únicas coisas da cultura japonesa que estava longe do normalfag cancroso ameribosta.

 No.15719

Daqui a pouco vai chegar aos paneleiros nível Rarirama e todo esse lixo da escória br*sileira que são os animefags underages de Facebook.

 No.15720

>>15718
>>15719
>implicando que já não tenha chego
Escutem este riff de violino do início, não lembram de nada? É uma parte do Border of Life, música tema da Yuyuko.

 No.15721

File: 1511136140468.jpg (240.25 KB, 600x677, 59612579_p1_master1200.jpg)

>>15718
>>15719

Pelo tanto que Torrão é famoso não vai fazer diferença nenhuma ele estar na steam ou não. Todo animefag que passa um pouco do entry level já conhece Torrão e Kancolle.

 No.15746

File: 1511217756090.jpg (234.55 KB, 1280x720, 1444724508-atelier-sophie.jpg)


 No.15786

File: 1511485756650.jpg (364.11 KB, 1500x921, NGRoDEC.jpg)


 No.15820

File: 1511573952122.jpg (146.71 KB, 1280x720, download_20171124_233612.jpg)

Pensei que iria ficar só no Zelda BotW por um bom tempo, por achar que faltariam jogos, já que é o primeiro ano do Switch. Engano meu.

Além de eu já ter 6 jogos e ter outros 4 em minha lista, Xenoblade Chronicles 2 já será lançado semana que vem. Pelo visto peguei o Switch em boa hora.

 No.15826

>>15820

Está conseguido jogar Splatoon online? Como está o lag?

 No.15829

>>15826
Ainda não peguei Splatoon, mas alguns conhecidos meus jogam todos os dias, e nunca os vi reclamando à respeito de lag ou problemas de conectividade.

 No.15832

>>15826
Tenho o Splatoon, anão. O lag é mais ou menos, jogando pelo wi-fi só tive problema algumas vezes, as vezes eu calculava errado e acabava morrendo junto com o cara que eu queria passar o rodo em cima, só estou achando chato que o povo que eu normalmente jogo não sabe o objetivo do jogo, a maioria corre para cima para ter mais kills sendo que o objetivo é pintar a maior parte do cenário.

Aí o jogo fica oito ou oitenta, ou fica muito fácil porque o seu time sabe o objetivo ou muito difícil porque ninguém do seu time sabe o que fazer. Matchmaking é uma merda e não funciona, já cai com gente de level 1 até com level 30.

 No.15960

File: 1512842036160-0.jpg (163.48 KB, 1280x720, download_20171209_143004.jpg)

File: 1512842036160-1.jpg (210.06 KB, 1280x720, download_20171209_155022.jpg)

File: 1512842036160-2.jpg (272.37 KB, 1280x720, download_20171209_155025.jpg)

Algum anão jogando Xenoblade Chronicles 2?

Estou com quase 80 horas de jogo e nem ao menos cheguei na metade do jogo, ou muito menos cheguei a enjoar do jogo. Algo bem raro atualmente, pois eu já estava de saco cheio de JRPG.

O combate até então é a melhor coisa do jogo. Pensei que meu time iria pisotear todo e qualquer inimigo que surgisse, mas sempre que entro em uma área nova e encontro um inimigo Unique, o pisoteado sou eu hue. Estou sempre precisando rever a formação de meu time, pois sempre aparece uma surpresa.

A história está surpreendendo bastante. Mesmo cheia dos clichês, tem boa apresentação. Os personagens são convincentes o suficiente pra fazer com que eu me importasse com cada um deles, e até mesmo sentir a dor da perda de algum conhecido. E tudo isso com uma trilha sonora de primeira. Só não digo que é a minha OST favorita porque é impossível bater Nier Automata nesse quesito.

E é claro, as Blades. Ah, as Blades… Uma mais deliciosa que a outra. Só não saio postando as principais porque muitas delas são spoilers da história.

Enfim, valeu cada centavo gasto. Pensei que iria dropar nas primeiras 10 horas, mas estou adorando tudo o que Xenoblade Chronicles 2 tem à oferecer.

 No.15966

>>15960
Como é o sistema de luta, anão? Estou interessado no jogo, mas não sou muito fã de jogos baseados por turnos.

E o mais importante, tem opção de áudio jap?

 No.15967

File: 1512852183397.png (307.09 KB, 679x726, DCNz4tsVoAAAqhA.png large.png)

>>15960
Eu ia jogar só pela Homura, mas pelo que vi tem ótimas garotas, inclusive parece que a KOS-MOS (de Xenosaga) aparece. O problema é que é apenas para Switch, se sair para PC eu com certeza jogarei.

Se a Homura tivesse plot menores seria perfeita.

 No.15968

File: 1512854535488.jpg (140.44 KB, 1280x720, download_20171209_143001.jpg)

>>15966
O jogo não tem combate por turnos, anão. Dou como comparativo Final Fantasy XII e XIV, lembrando bastante um MMO. Você escolhe o alvo e o personagem desfere ataques automaticamente. Além do posicionamento do personagem, você controla os skills e especiais que serão usados, e qual Blade (no caso, os parceiros de cada party member, que representam qual arma será usada, o que modifica diretamente o skill set e os passive skills, o elemento dos ataques, e qual role o personagem usará) que você quer equipar.

Sobre os roles, estes são divididos em três categorias: Attacker, Tanker e Healer. Novamente igual à um MMO, onde você literalmente não vai pra frente sem um Tanker e um Healer, XC2 requer cuidado na hora de montar seu time.

Existem outras coisas que valem ser mencionadas sobre o sistema de combate, mas isto tornaria a descrição longa demais. Muita coisa você só entenderia jogando mesmo. E se pegar, não se assuste com o começo do jogo, porque começa bem devagar, mostrando um sistema de combate bem cru, que em uma hora começará a mostrar suas verdadeiras cores.

>tem opção de áudio jap

Sim, é dual audio. Você só precisa baixar o DLC (gratuito), que adiciona tal opção.

>>15967
Infelizmente, sendo um IP da Nintendo, as chances de sair pra PC são nulas. O que é uma pena, porque o jogo é pesado demais para o Switch. Em diversas vezes se nota problemas de performance, ou dificuldades na hora de renderizar cidades quando se usa o teletransporte.

É claro, não é algo que incomoda porque não é um jogo que requer precisão total, mas se o jogo já é lindo no Switch, imagina rodando no PC?

 No.15969

>>15960
Maldição, terei que comprar um Switch em breve. Será que chega em R$1500?

 No.15970

>>15969
Eu paguei R$1.550,00 no Centro de São Paulo, mas foi valor à vista. Como aprovaram diferenciação de preço entre espécie e cartão, não sei como ficaria parcelado.

 No.15983

>>15968
>Dou como comparativo Final Fantasy XII e XIV, lembrando bastante um MMO.

Não sei se eu acho bom ou ruim, anão. Lembro na minha época de PS2 que eu não gostava do estilo de FFXII, mas também naquela época eu adorava o estilo de FFX-2 que era por turnos, meus gostos podem ter mudado. Vou comprar junto com a DLC do Zelda.

Para eu upar a minha party eu preciso sempre usar ela ou o EXP é distribuído para todos independente se eu usar ou não eles? Eu esqueci de perguntar isso também, a única coisa que eu odeio de verdade é aquilo de ficar em uma área para ficar subindo de level seus personagens porque o chefe X é muito forte para você ainda. Persona 5 me cativou por isso, mesmo sendo um jogo por turnos, outro que também gosto muito é a série Tales of, em especial Berseria que amei o sistema de combate. E em ambos os pontos de EXP são distribuidos para todos, então todo mundo vai subir de level igual e não vai rolar uma diferença absurda.

Mais uma coisa, eu ouvi dizer que a física dos seios está interessante, essa informação confere?

 No.15987

File: 1512906289174.webm (2.73 MB, 720x404, 20 damage.webm)

O que estão achando do novo Monster Hunter World?

Apesar de estar bem casual, joguei umas 8 horas seguidas e ainda não encontrei um motivo para não gostar das melhorias.

GL está uma delícia, DB e IG são divertidos pra caramba, Rathalos continua sendo um desgraçado.

 No.15988

>>15987
O jogo está lindo. Esse eu vou comprar com gosto.

 No.15989

File: 1512914709152-0.jpg (190.55 KB, 1280x720, DQsMDnQV4AEl0wA.jpg)

File: 1512914709152-1.jpg (200.25 KB, 1280x720, DQsMIVmUEAA4hzZ.jpg)

>>15983
Então, eu dei como comparativo o XII mais pela questão dos personagens atacarem automaticamente, no momento que você travar a mira automaticamente em algum inimigo. Só não postei um vídeo antes por conta de spoilers, mas o vídeo à seguir demonstra como o combate funciona (sem spoilers importantes, claro): https://youtu.be/Uj29Nc0nDbw?t=1m14s.

>o EXP é distribuído para todos independente se eu usar ou não eles?

Sim, EXP é distribuído para todos os membros de duas maneiras, independente se estão ativos no time ou se estão na retaguarda: Grind normal, ou no INN, onde você usa o EXP acumulado através de sidequest, merc missions etc.

A única exceção à tal regra são os Affinity Charts de suas Blades, que só são preenchidos quando estão em batalha por conta de seus requisitos, como matar X monstros do tipo água, usar X vezes determinado skill ou participar de algum Chain Combo. Se for algo relacionado à Field Skills, não precisa estar na linha de frente, e se eu não me engano, Blades em sua backline também ganham pontos de afinidade. Porém, como você terá uma infinidade de Blades pra usar dependendo de sua sorte no gachapon hue, seria pedir demais que todas elas evoluíssem sem estarem equipadas, né?

>eu ouvi dizer que a física dos seios está interessante, essa informação confere?

Sim, procede. :3

 No.15991

File: 1512920264070.png (93.75 KB, 319x294, ok2.png)

>>15987

>Apesar de estar bem casual


Acredito que é por ser beta e não ter quase nada ainda, mas espero que ainda incluam conteúdo novo e que se assimile muito ao Frontier de PC. Se for o jogo será 10/10 mesmo e não será tão casual.

 No.15993

Só passando para avisar que o animebytes está com aplicações abertas.

 No.15996

https://3ds.pokemon-gl.com/information/3013f0fc-f808-4443-8df3-988e4cb9d59b
Aparentemente o próximo campeonato está próximo e eu não estou nem um pouco dama. Não tenho como breedar decentemente ainda (não zerei), não tenho os pokemons (tenho breedjects de outra geração), não tenho os itens e não tenho o tempo.

Alguma sugestão de time que eu possa fazer jogando 1-2h por dia?

 No.15997

>>15996
Tenta fazer um time Stall. Daqueles bem fodidos.

 No.16012

File: 1512961740718.webm (2.92 MB, 746x420, Indiana Hunter.webm)

>>15991

Mesmo sendo beta, está bem completo. Muitos ainda nem perceberam as novidades, já que o antigo MH era apenas achar o monstro e bater nele até a morte.

>vaga-lume que mostra onde o monstro está e faz qualquer item interativo brilhar

>você pode usar itens andando e até cancelar a animação
>pode usar o cenário para tirar vantagem do inimigo, de viadões até batalha entre monstros
>finalmente ficar agachado no mato faz você ficar escondido
>tem vários meios de viajar pelo mapa sem perder tempo
>capas para não ser alvejado/voar/aggro/aumento de resistência
>fodendo auto-target
>uma cordinha que faz você ser o Indiana Jones

Diria que o jogo ficou bem aceitável para novos jogadores, mas ainda continua o bom e velho MH.

 No.16013

>>16012

Ah sim, esses são conteúdo novos que anunciaram. Mas o que me refiro é em questão de monstros e equipamentos.

Minha esperança é que ele não nos decepcione e seja uma versão melhorada do Frontier. Que é o MMO japonês de MH e é extremamente completo e tem coisa pra caralho.

http://monsterhunter.wikia.com/wiki/Frontier:_Monsters



[Voltar][Vá para o topo] [Catalog] [Post a Reply]
Deletar Mensagem [ ]
[ jp / vlm ] [ th / k ] [ p ] [ mod ] [ irc ]